29 nov 2019 Destaques

Moradia Estudantil – Conheça as opções do seu lar doce lar no exterior

O importante é transformar o seu espaço em um ambiente aconchegante e acolhedor

Moradia Estudantil

(Foto: Divulgação)

Moradia estudantil pode parecer um tema menos importante para quem busca um curso no exterior. Mas não é. Vamos imaginar juntos. Depois de muita preparação, você finalmente aterrissou na cidade onde irá viver pelos próximos meses – ou anos. Foram muitas horas de voo e, com alívio, você se vê entrando em seu novo endereço de vida. Pode ser a casa de uma família, um quarto numa residência estudantil, ou um pequeno apartamento, só seu. Você está cansado demais para observar os detalhes. Apenas desfaz parte da(s) mala(s) e se ajeita, como pode. No dia seguinte, mais descansado, observa o novo ambiente a sua volta, consciente de que este lugar deverá te acolher o tempo que durar o seu programa de intercâmbio, o seu curso profissionalizante, a sua universidade, MBA ou pós-graduação.

Moradia Estudantil

(Foto: Divulgação)

Encare a moradia estudantil sempre como uma experiência positiva

Minha sugestão é transformar este lugar em seu novo lar doce lar, afinal, diferentemente de moradia, lar é sinônimo de acolhimento, aconchego, bem-estar e prazer. Se o quarto da sua casa, no Brasil era grande e agora você tem apenas poucos metros quadrados a sua disposição, olhe pelo lado positivo. Com um espaço menor, menor será sua tarefa de organizá-lo e embelezá-lo. E beleza, aqui, significa dar a este espaço o seu toque pessoal para ele se tornar agradável.

Moradia Estudantil

(Foto: Divulgação)

Aquele quarto é seu e merece ter o seu estilo

Coloque na mesinha de cabeceira aquele porta-retratos que você trouxe de casa, com uma foto amiga e aquela caixinha inseparável. É claro que seus livros de cabeceira não podem faltar. Organize as roupas, os sapatos, deixe a cama arrumada. Ande pela cidade para comprar algum enfeite, uma plantinha, especialmente para o seu novo lar. Acredite, faz um bem danado. Desembrulhe-o e coloque-o no lugar mais apropriado. Aprecie o cenário de um lar em construção. Olhe novamente pelo lado positivo. Desta vez você irá decorá-lo, arrumá-lo, exatamente como quiser. Não tem pitaco da mãe, da tia, da irmã, da mulher, do marido, da namorada ou namorado. Aquele lugar é seu! O seu lar.

A moradia estudantil varia de acordo com o perfil do estudante

Escolas e universidades que recebem estudantes estrangeiros oferecem muitas opções de acomodações. Dependendo da idade, do perfil do estudante e do tempo de curso, esta acomodação pode ser um hotel, albergue, uma casa de família, uma residência estudantil, um apartamento individual ou para compartilhar.

Moradia Estudantil

(Foto: Divulgação)

Casa de Família

De todas, a mais conhecida é a casa de família. Uma das grandes vantagens é o custo, mais barato que as demais opções. Outra vantagem é se ver inserido numa história cultural autêntica, que é fazer parte da vida de uma família, de um outro país. Você terá um quarto só para você com acesso ao resto da casa, como qualquer membro da família. Essa política de hospedagem inclui o café da manhã e pode incluir também o jantar. Mas existem famílias que, dependendo da sorte do estudante, o acolhem completamente, convidando-o para fazer todas as refeições em casa, se ele assim o quiser, é claro. É claro também que, como um novo membro da família, o esperado é que você respeite as regras da casa.

Moradia Estudantil

(Foto: Divulgação)

Apartamentos individuais ou compartilhados

Outro tipo de moradia estudantil é o apartamento ou casa, individual ou para compartilhar com outros estudantes. Esta opção é para universitários ou para quem vai fazer um MBA ou pós-graduação. Na própria escola, em quadros de avisos, costuma-se achar anúncios de quartos vagos para alugar por temporadas. Ao compartilhar um lar com estudante de outros países, a gente aprende a ter uma convivência multicultural. Experiência mais enriquecedora, impossível. As regras, se respeitadas, são bem simples. Cada estudante terá o seu quarto e as demais dependências da casa são utilizadas por todos, seguindo as regras pré-determinadas. O investimento aqui é maior pois se paga por tudo, incluindo água, energia, internet e TV a cabo, por exemplo.

Residências universitárias e afins

Cada vez mais populares, as residências estudantis são indicadas também para os estudantes adultos. Algumas oferecem estrutura de um flat, com limpeza programada e serviços 24 horas. Também nesses espaços há os ambientes coletivos e os individuais, mas também há quartos para compartilhar com outros estudantes.

blog by

Claudia Tonaco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *